Receita de mala enxuta

sossego3

“Quanto menos bagagem carregamos (tanto física como mentalmente), mais podemos viver!” Francine Jay

Muita gente se surpreende como consigo viajar leve, levando no máximo 6 kg de bagagem e, principalmente, sem despachar!

Independentemente do período de tempo que vou ficar fora, basicamente levo sempre a mesma quantidade de coisas, ou melhor, carrego sempre o estritamente necessário. Desperdiçar tempo e energia escolhendo roupas não é a minha praia.  É preciso ser prática.

É  lógico que não me importo em dar uma lavadinha, em uma peça ou outra, enquanto tomo banho. Milagres não existem, né?

Também não me preocupo em repetir roupas. A propósito, quem vai reparar em você, se não conhece ninguém lá mesmo?

Faltou algo? Até agora não fui a nenhum local remoto ou inabitado onde não houvesse uma lojinha básica, mas confesso, também nunca precisei.

O que eu quero é estar à vontade, livre, leve e solta, despreocupada, para caminhar muito (adoro), observar, curtir, fotografar,experimentar…

Difícil? Para mim não é nem um pouco.

Não sei se é porque sou de natureza simples ou se sou uma mulher ET mesmo.

Não gosto de fazer compras, ir a shoppings. Calma aí, esqueci:  só se for para tomar um café, faço tudo por um café.

Minha vaidade máxima se resume a cuidar muito do corpo, com exercícios, alimentação e descanso. Acho que a beleza não vem em frascos.  Ela emana naturalmente de uma  alma feliz e saudável. Não troco nenhuma atividade doméstica por um bom livro e priorizo o conforto na minha maneira de vestir.

Depois dessas divagações todas,  aqui vai a minha receita de bagagem enxuta. Espero que possa aproveitar alguma coisa.

Escolho 5 camisetas e faço rolinhos com elas.  Coloco tudo dentro de uma necessaire de plástico transparente com zíper.

Manga longa, curta ou regata? Vai depender do clima do lugar.

Se estiver quente: 2 regatas, 2 camisetas de manga curta e uma de manga longa.

Vai fazer frio?  3 de manga curta e duas de manga longa.

Procuro levar sempre uma ou duas peças de dry fit, porque é muito mais fácil de secar. Ah! Uma das camisetas já vai comigo.

Dentro de outra sacolinha transparente e com ziper, coloco lingerie para 3 dias, meias (4 pares), 2 tops e um biquini.

Como peças de baixo, para um clima quente levo 1 bermuda, 1 shorts e uma legging preta. Se estiver frio,  a legging e duas calças jeans. Já vou com a bermuda ou legging no avião.

Sempre levo uma blusinha fina mais quente e uma jaqueta de jeans,  independente  do clima. Se o lugar estiver mmmuittooo frio incluo um agasalho que tenho superleve e prático, que dobra inteirinho e cabe em um saquinho. “Aguenta até uns -10C”, me disse a vendedora, mas nunca testei nessa temperatura.

Normalmente também levo um cachecol ou écharpe e um xalé que funciona às vezes como mantinha, para climas mais frios.

Viajo com um tênis bem confortável e na mochila vai um par de havainas e outro par de tênis. Se estiver muito frio, no lugar de destino, troco um par de tênis pelas minhas  botinhas de estimação, forradinhas, leves e quentinhas.

Um pijaminha só de meia estação, nunca me deixou na mão.

Acessórios? Ué, vou eu lá me preocupar com isso. Já vou com eles no corpo, né? Tudo muito simples e discreto.

Necessaire prática

Pensei mais em viagens para o exterior, mas se não for esse o caso, é só adaptar, ok? Vamos lá.

Às  vezes transfiro o shampoo, condicionadorleave-in para frascos menores, mas ultimamente tenho optado por ir a  um supermercado local ( estão na minha programação) e comprar lá. Detalhe: só adquiro o que realmente vou precisar e o volume necessário para os dias que vou ficar. Prático, né?

Fazendo isso, inclusive, descobri  shampoos e condicionadores fantásticos e, mais importante ainda, adaptados ao clima daquele país.

No quesito unhas, conheço mulheres que se preocupam em deixar as unhas impecáveis antes de viajar. Já fui assim, confesso. Mas isso foi a long time ago, quando ainda não conhecia os efeitos colaterais incríveis da vida leve, enxuta, prática. Duas ou três semanas sem esmaltes nas unhas não matam ninguém, pelo contrário, dizem que faz bem e, segundo as manicures, as unhas precisam “respirar”. Viajo com unhas curtas e uma base, só! Levo uma lixa de unhas e um  hidratante para cutículas, tipo bepantol, para não ficar com unhas rachadas ou ressecadas por causa da diferença de clima, água local, etc.

Eu sou de estilo bem casual, ou seja, um batonzinho neutro, um lápis para os olhos, uma máscara para os cílios e um protetor solar com base, está mais que bom. Na verdade,  isso é o muito que uso no dia dia.

Ah, outra coisa que não dispenso é aquele kit que vende em farmácias, com escova de dentes, pasta, dentifrício e fio dental. Acabou a pasta? Compro no supermercado, aproveito para conhecer produtos que não temos aqui.

Não se esqueça de levar seus medicamentos básicos. A pior coisa que existe é ficar doente quando se está fora do país. Portanto, comprimidos para gripe, dor de cabeça,  enjoo e outros específicos para aquelas casualidades femininas, tipo antibiótico para cistites e analgésicos para  cólicas menstruais.

Quanto aos eletrônicos, não dispenso meu kindle. Nem quando viajo e muito menos quando estou aqui.  Tem até um lugar especialmente reservado para ele na minha mochilinha enxuta.

Celular e carregador. Câmera fotográfica.

mala leve enxuta
Mochila de 30 L, minha pochete suprema e agasalho de jeans
conteúdo-mochila
Conteúdo da bagagem enxuta. Repare nas necessaires

Aqui vai uma foto do que levei na última viagem para o Uruguai . Pela primeira vez deixei  minha legging preta e me ferrei! Fez um friozinho a noite lá em Punta Del Este e pensei nela.  Levei uma micro tupperware com sabão de coco. Besteira. Dá para lavar roupas com o sabonete mesmo.

Doideira? Mas funciona, viu? Pelo menos prá mim.

Me diz o que achou. Comenta aí embaixo por favor. Obrigada!

Fernanda Moretzsohn

Olá, eu sou a Fê. Mãe, esposa e pesquisadora. Atrapalhada por natureza, não dou conta de dois do mesmo. Felizmente pouco me basta, exceto viajar. Sou viciada em café e consumista de viagens. Quando aparece uma chance faço uma malinha enxuta e embarco! No avião, trem, carro ou canoa, tanto faz. Melhor ainda se for a pé. Caminhar, ler, malhar e meditar são as minhas terapias. Adoro compartilhar o que tem nesse nosso mundão. Me acompanha?

39 comentários sobre “Receita de mala enxuta

  • Cris 29 de março de 2016 at 23:41 Reply

    Oi Fernanda! Também viajo leve… na ida… mas na volta… ai me perco 🙂 Bj

    • Fernanda Moretzsohn 1 de abril de 2016 at 20:20 Reply

      Cris, eu também me perdia. Mas até isso mudei. As melhores “coisas’ que trazemos das viagens são as fotografias, as lembranças dos lugares e dos momentos bons, aqueles que ficarão para sempre na nossa memória. Além do que, não tem espaço mesmo, certo? Bjs

  • Bernadete 30 de março de 2016 at 15:26 Reply

    Muito legal você compartilhar de forma tão direta a sua prática de viagem quase sem bagagem e os seus porquês. Sei que seu blog é muito mais que uma lista de coisas essenciais para viagem. Isso já percebi desta leitura, por isso vou seguir lendo seus posts. Grata

    • Fernanda Moretzsohn 1 de abril de 2016 at 20:13 Reply

      Olá Bernadete, isso mesmo! Fico feliz que tenha captado o espírito da coisa. Vamos trocando ideias por aqui. Beijão!

    • Fernanda Moretzsohn 2 de abril de 2016 at 19:48 Reply

      Oi Bernadete, exatamente isso. Você pegou o espírito da coisa. Legal ter você aqui. bjs

  • Carilde 24 de abril de 2016 at 21:17 Reply

    Oi Fernanda ..

    Ainda vou ser assim , quando crescer …kkkkk
    Bjos …achei legal mesmo , vou tentar diminuir …

    • Fernanda Moretzsohn 24 de abril de 2016 at 21:39 Reply

      Obrigada Carilde! Quem sabe um dia a gente viaja juntas. Vou dar muitas risadas com vc kkkkk

  • Vanessa Pastorello Tavares 25 de abril de 2016 at 14:31 Reply

    Pois é já me familiarizei com o café que “não pode faltar. O resto sou como vc. Se so tenho 1 corpo pra que levar tanta bagagem? Sempre surpreendo as pessoas pelo pequeno volume de minha bagagem. Outro ponto importante é o quesito compras. O que me interessa é o passeio prefiro investir em mais dias de viagem à fazer compras. Vou ser sua seguidora. Pois seu modo de escrever e principalmente curtir a viagem vai bem de encontro ao que penso. Sou uma sessenta com alma hippie. Bjs

    • Fernanda Moretzsohn 25 de abril de 2016 at 16:25 Reply

      Vanessa que bom que pensa como eu, às vezes me acho tão E.T… Adorei seu “sessenta com uma alma hippie”. Compras? Pelo amor de Deus. Você sabe que deixei até de trazer souvenirs? Prá que? Mais coisinhas para enfiar em casa, ficar cuidando, perdendo meu precioso tempo de vida. As melhores lembranças são aquelas que carregamos dentro de nós. Feliz por me seguir!! bjão

  • Silvana 23 de maio de 2016 at 20:26 Reply

    Olá meninas!!!….adorei seu post….posso dizer que quando comecei a viajar ….minhas malas eram enormes e voltavam abarrotadas!!….acredito que com o passar do tempo, as viagens se incorporam na sua vida e aí sim vc vai percebendo que nada melhor do que tudo muito simples d confortável e até o teu olhar para as compras desenfreadas , muda!!…Hoje, sou assim também! !..Não dispenso as comidas locais ,fotos, muita conversa nem que seja com mímicas!!…beijos!!

    • Fernanda Moretzsohn 24 de maio de 2016 at 19:00 Reply

      Silvana, com o tempo a gente fica mais seletivo para aqueles e aquilo que realmente importam! Cada vez reduzo mais a vida ao essencial e sou bem mais feliz 🙂

  • Marina Ferraz 23 de maio de 2016 at 20:34 Reply

    Olá, Fernanda!
    Adorei sua bagagem!Mas eu sou o contrário,carrego o mundo comigo e não uso quase nada.
    Vou experimentar fazer isso .Depois te conto.Rs.
    Beijos,
    Marina.

    • Fernanda Moretzsohn 24 de maio de 2016 at 18:57 Reply

      Marina, qq hora vou postar uns livros sobre minimalismo e essencialismo. Ajuda muito na hora do mindset! bj

  • Ivete 23 de maio de 2016 at 22:13 Reply

    Gostei de sua exposição, vou procurou seguir seus conselhos. Abraços.

    • Fernanda Moretzsohn 24 de maio de 2016 at 18:56 Reply

      Espero que funcione. Qq coisa estou por aqui, é só chamar! bj

  • rosecler rose 24 de maio de 2016 at 01:29 Reply

    muito legal compartilhar estas dicas….obrigada .. ajuda muuuuito.

    • Fernanda Moretzsohn 24 de maio de 2016 at 18:55 Reply

      Ah Rose, que bom! Sempre que possível, antes das empreitadas, vou mostrando o que coloco lá dentro da mochilinha. bjs!

  • Leila 28 de maio de 2016 at 20:06 Reply

    Oi linda! Menina, estou as voltas tentando organizar de acordo com o que você me orientou. Mas os casacos ocupam muito espaço! Já pesquisei na net algum menos volumoso, mas tenho medo de passar frio, não aguento muito tempo! Tem alguma recomendação?
    Bjs

  • Maria Olenema Kastrup Buzanovsky 13 de junho de 2016 at 15:43 Reply

    Olá Fernanda, adorei!!!!
    Se vc consegue eu tb vou conseguir!
    Pena não ter te conhecido antes!!! Levei voisa demais para o Uruguai!
    Beijosss e vamos nos falando!
    Em breve novos encontros!

    • Fernanda Moretzsohn 13 de junho de 2016 at 17:48 Reply

      Nema, eu lí muuuuuiiiito sobre essencialismo e minimalismo. Essas leituras ajudam muito no mindset, viu? Qq hora coloco, em algum canto aí do blog, esses livros para quem se interessar. Só sei de uma coisa, cada dia aumenta mais ainda minha repulsão por essa consumismo exacerbado, pelo excesso no qual vivemos. Fiquei sabendo hoje, que uma pessoa morreu de frio ontem de madrugada. Enquanto isso quanta gente tem cobertor de sobra nos armários? Nem sei mais porque estou falando essas coisas prá vc. Mas, enfim, você vai conseguir sim! Eu mudei, não era assim. É treino, conscientização.Vamos nos falando sim, viu? beijão!!!!

  • Daniella Bianchi 19 de junho de 2016 at 08:01 Reply

    Adorei Fernanda, vou ler este post como um mantra, quem sabe consigo fazer uma malinha enxuta um dia? Kkkk Muito legal seu post, vou praticar algumas dicas, pq carregar mala ninguém merece mesmo hehehe. Ah, e adorei conhecê-la pessoalmente no EMuViRj! Que venham mais encontros e MUITAS viagens! Bjos

    • Fernanda Moretzsohn 19 de junho de 2016 at 12:09 Reply

      Daniella, obrigada!! Estou trabalhando para, futuramente, minha mala e meu armário serem uma coisa só. É bom demais! Sim, que venham muitos encontros e viagens!!!bjão

  • Terezinha Malaquias 19 de agosto de 2016 at 18:12 Reply

    Oi Fê, achei vc hj no face. Muito legal seu blog. Nunca fui uma pessoa consumista e, desde que moro na Alemanha há 8 anos, tenho aprendido a viajar mais leve. Me lembro q uma vez (morava em SP9 e fui pra Porto Seguro e depois Salvador. Levei 2 malas de roupas e nao consegui usar nenhuma completa. Só carreguei muito peso. Aqui pela Europa viajo sem problemas com o mínimo. Mas qdo vou pro Brasil sempre penso em levar uma lembrancinha pra família, um chocolate. Na nossa cultura as pessoas esperam por presentinhos. E qto as roupas qdo estou em SP, sempre sofro, pq ainda penso no que as pessoas vao pensar?! Nossa ela tá mal vestida. Nao usa salto, tá muito simples. Ainda preciso aprender a ser leve no vestir qdo estou em SP. Prazer em conhecer o seu blog. Sucesso e felicidades. Vida longa. Bjs. Terê

    • Fernanda Moretzsohn 20 de agosto de 2016 at 10:10 Reply

      Obrigada Terezinha.Que legal morar na Alemanha!!! O alemão é um idioma que me recuso a tentar a aprender,dizem que é muito difícil. Muito feliz ter você por aqui! A gente se achou naqueles comentários da Nina Sena, certo? Como dizia um amigo meu, tudo tem uma história por trás. Eu sempre viajei muito a trabalho Cheguei a morar um tempo em alguns países e tinha que me virar sozinha. Passei por muito apertos na hora de carregar toda a tralha. Há uns três anos atrás comecei a dar um basta nisso tudo (e em outras coisas também rs). Essa coisa que você mencionou do que as pessoas vão pensar é bem brazuca. Disso também estou conseguindo me desapegar, cada vez mais. Mas enfim, é preciso se respeitar sempre. Se te faz bem segue em frente, se te incomodar, para! Ah! Na minha página tem uma entrevista que dei para um colega. Se puder, dá uma olhadinha. Tenha um ótimo fim de semana, Terezinha.

  • Iná 7 de dezembro de 2016 at 23:02 Reply

    Oi, Fernanda!

    Gostei muito das dicas. Estou pensando em fazer um “mochilão”, e adorei a idéia das necessaires.

    Bjos

    • Fernanda Moretzsohn 8 de dezembro de 2016 at 13:07 Reply

      Obrigada Iná!!!Acredita que recentemente encontrei vários sites estrangeiros que ensinam a fazer malas usando a mesma técnica que uso? Faça sim seu “mochilão” e publique no face para te seguir. bjs

  • Ilda Figueiredo 8 de dezembro de 2016 at 09:27 Reply

    Olá Fernanda ainda estou procurando a mochila que eu aguente carregar, enquanto isso estou puxando rodinha, mas aquela que não precisa ser despachada, estou me livrando das esteiras dos aeroportos e levando o essencial, chega de levar tranqueira que não usa e pensa que vai usar na viagem. Agora não sei como fazer quando mudar, vou ter que enfrentar despachar malas. Um beijo grande para vc. Sou sua fã. Vem tomar café comigo no Rio. Bjs

    • Fernanda Moretzsohn 8 de dezembro de 2016 at 13:04 Reply

      Ah Ilda, você é um amor! Quanto à mochila, só podemos carregar 10% do nosso peso para não afetarmos a coluna, lembre-se disso. Se não conseguir achar uma, a malinha de rodinhas é uma excelente opção também. Qualquer hora te faço uma surpresa e apareço aí no Rio para tomarmos um café juntas.bjs

  • Priscila Boscarino 11 de dezembro de 2016 at 14:39 Reply

    Obrigada pelas dicas Fê!! Quero mto ser assim tb 🙂

    • Fernanda Moretzsohn 11 de dezembro de 2016 at 17:51 Reply

      Priscila, fico feliz que tenha gostado. Obrigada! É treino, treino, treino, só isso. Depois me conta aqui se conseguiu na sua próxima viagem, ok? bjs 🙂

  • Sandra Dias 6 de janeiro de 2017 at 01:52 Reply

    Estou aqui só aprendendo, dou daquela que a escolha do carro e feita pelo volume do porta mala. Sou daquela que viaja em grupo só ora pedir um cantinho na mala kkkkk. Mas de tanto ver Katia Viajar comecei a morrer de inveja. Com uma mala se quina, leve e prática. Dufri muito com uma mala. Enorme arrastando pela Europa a fira, 5 lugares, Lisboa, França, Berzier, Toulouse, Veneza, Florença, Roma.tive momentos de desespero que deu vontade de jogar a mala do trem. Pensa uma situação sofrida onde não tem escada rolante, não tem carregador e cada canto que passava comprava um monte de brebote , de quiquilharias. Ave nunca mais. Agora sou uma. Mulher muderno, econômica e básica. +-. Kkkk mas vou aprender. Fevereiro vou passar 20 dias em Bali o que devo levar. Help
    Bjos e obtigafa

    • Fernanda Moretzsohn 6 de janeiro de 2017 at 18:29 Reply

      Olá Sandra,

      Já passei por tudo isso que você comentou até o dia do “basta”. E o que me ajudou foram os vários livros sobre essencialismo/minimalismo que lí e consciência de que temos as coisas para nos servir e não o inverso. Nunca fui consumista mas cada dia que passa reduzo mais e mais e tudo só melhora! Mais tempo para fazer o que eu desejo, menos gasto com coisas desnecessárias e fúteis. E te falo isso, de boa, sem sofrimentos, aliás, bem o contrário. Vinte dias em Bali? Que delicia!Primeiro passo é saber como o tempo estará em fevereiro. Pela internet parece que vai fazer um calor danado, então eu levaria:
      2 regatas
      1 camiseta de manga curta
      1 agasalho fino de lã, caso esfrie
      1 bermuda, 1 shorts e 1 calça de jeans (você vai com ela no avião)
      1 jaqueta de jeans
      3 pares de meias curtas e lingerie para 3 dias- Regra dos 3: uma está secando, outra está usando e a terceira é reserva.
      1 par de havaianas e um par de tenis (já vai com ele)
      2 biquinis
      1 camisola fina (que você possa lavar de manhã e está seca a noite).
      Necessaire com o basicão ( olha no post).
      Bom acho que é isso. Olhe no post para ver se não faltou nada.

      Qq dúvida grita que estou por aqui!
      Boa viagem!
      bjão!

  • Adelaide Araçai 10 de janeiro de 2017 at 15:30 Reply

    Adorei suas idéias, vou confessar que não viajo tão leve, mas não levo tanta coisa a mais não. O que pretendo fazer nestas férias é separar as mochilas, normalmente levamos um malão com a roupa dos três, agora com filha de 19 anos, pretendo fazer três mochilas, assim cada um leva só o que couber na “sua” mochila.
    Abraços

  • Roberta Cerqueira 25 de janeiro de 2017 at 23:58 Reply

    Ola! Fiquei interessada em saber mais sobre o agasalho que não ocupa muito espaço. Se puder postar, será otimo!

    • Fernanda Moretzsohn 29 de janeiro de 2017 at 16:45 Reply

      Oi Roberta, é um agasalho da Calvin Klein. Comprei na Macy´s nos EUA, faz uns 3 anos. Vou dar um atualizada nesse post com a foto dele. Fica de olho! bjão!

  • Thaís 26 de janeiro de 2017 at 08:13 Reply

    Amei! Amei o conteúdo, a sua forma de pensar, de escrever… ganhou mais uma seguidora no face… Já venho seguindo esse modo de pensar sobre o consumo faz um tempo, e me faz tão bem que só penso em “melhorar” mais e mais! É viciante, nos deixa leve e orgulhosa! E assim, sigo, sem neuras, sem pressa, com minha mala enxuta pra uma vida mais leve!

    • Fernanda Moretzsohn 29 de janeiro de 2017 at 16:40 Reply

      Olá Thaís, fico super feliz que tenha gostado e se identificado com as minha maneira de pensar!!! A simplicidade faz um bem danado sim. É uma libertação. Sem neuras, vá em frente. Tem meu total apoio, viu? bjão

  • Edleuza Lela Castro 22 de junho de 2017 at 16:40 Reply

    Oi Fernanda. Sou uma perua q adora se enfeitar e vai ser dificil conseguir uma mala enxuta, mas estou treinando. Serão 45 dias desta vez. Juro que serei econômica, mas é horrível carregar malas e malas. Depois conto.

    • Fernanda Moretzsohn 24 de junho de 2017 at 19:00 Reply

      Olá Edleuza, promete que conta mesmo? Vou esperar, hein? Confesso que deve ser mais difícil para as mais vaidosas, mas pense um pouco se não seria o caso apenas de trabalhar com as peças e acessórios e daí conseguir várias combinações bacanas. Lembre-se que tudo tem que combinar com tudo, essa é a regra de ouro! Fiquei curiosa para saber onde está indo…de qualquer maneira uma ótima viagem para você. Te aguardo para depoimentos (rs). bjão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *