9 conselhos que eu daria para quem está indo para Portugal.

Eu e meus companheiros de viagem, meus pais de 77 e 86 anos, que me ensinaram que viajar é um dos melhores modos de curtir e aproveitar a vida.

Não é nada fácil definir um roteiro para quem viaja para Portugal. Tudo lá é interessante. Apesar do seu diminuto tamanho, semelhante ao nosso estado de Pernambuco, o sul é muito diferente do norte, bem como o interior do país em relação às localidades beira mar. Os diversos povos que por lá passaram, deixaram as suas marcas e tradições, na cultura, arquitetura e gastronomia.

A influência muçulmana na organização das cidades portuguesas pode ser constatada principalmente no sul, por algumas características que não podem passar desapercebidas pelos viajantes menos atentos: os espaços cercados por muralhas, a sinuosidade dos traçados das ruas, as áreas destinadas aos mercados ou às feiras, as áreas em frente as portas das muralhas que, ao longo do tempo, se transformaram em praças.

Vila amuralhada de Óbidos
Vila amuralhada de Óbidos

A gastronomia portuguesa detona qualquer dieta. O bacalhau pode ser saboreado de diversas maneiras, além da nossa conhecida “bacalhoada”. Existem pratos extravagantes como os “Rojões à moda do Minho” ou “Papas de sarrabulho”. A “posta a mirandesa” tem o seu berço em Trás-os-Montes. No Alentejo impera a “carne de porco à alentejana”.

Apesar de tantas opções, nossa experiência gastronômica foi cautelosa. Em Sintra, degustamos nossa primeira bacalhoada e os famosos travesseiros, na cidade de Aveiro experimentamos os ovos moles, em Porto foi a vez da famosa francesinha e, em Lisboa, os pasteis de Belém e bolinhos de bacalhau viraram rotina. Tudo isso  sempre e forever, acompanhado de Vinho Verde  ou do Porto, lógico.

gastronomiaportuguesa

Nosso roteiro em Portugal

Chegamos por Lisboa, pegamos o carro alugado no aeroporto e fomos direto para Sintra, onde ficamos por apenas 2 dias. Pouco tempo.  A Vila é uma graça e tem vários lugares interessantes para se conhecer, sendo que muitos deles irão tomar pelo menos um meio-período.  Conselho #1: Se  Sintra estiver na sua lista de desejos em Portugal, fique 4 dias.

rua estreita de Sintra
Ruela de Sintra

De lá fomos para Óbidos. Mas antes paramos em Mafra para conhecer seu famoso Palácio-convento e basílica. Uma imensidão, ao estilo  D. João V, mais conhecido como “O Magnâmico”.  Não estava previsto no roteiro inicial, mas felizmente a Dona Teresa, nossa anfitriã da pousada de Sintra, me chamou de lado, mostrou  uma imagem na tela do computador e a decisão foi tomada. Só a Biblioteca já vale  a visita.

Bilbioteca do Palácio-Convento de Mafra

Por causa da paradinha em Mafra, chegamos à tardinha em Óbidos . Pernoitamos por lá. No dia seguinte a Vila foi “devorada” em meio-período, foi pouco. Conselho #2: Fique pelo menos um dia inteiro nessa charmosa vila.

Porta da Vila e oratório Nossa Senhora da Piedade
Porta da Vila de Óbidos

Saímos perto da hora do almoço com a intenção de parar em Aveiro, para almoçar, dar uma voltinha de moliceiro pelo seus canais e provar os ovos-moles, antes de prosseguir para Porto. Conselho #3 : Não deixe de fazer o passeio de moliceiro em Aveiro.

Passeio de moliceiro pelos canais de Aveiro

Dos 6 dias que ficamos em Porto, um dia fizemos o passeio de barco pelo Rio Douro e, em outro, um bate-volta para Guimarães, ou seja, sobraram só 4 dias inteiros para conhecer essa magnifica cidade. Conselho #4: Em Porto, pelo menos uma semana, combinado?

Vista da Ribeira, em Porto

Como mencionei acima, fizemos um bate-volta para Guimarães. Não houve tempo para ir à Braga, que é do ladinho. Conselho #5: Faça um pernoite ou dois em Guimarães e vá para Braga.

Vista das Muralhas do Castelo de Guimarães

Em Porto deixamos o carro e fomos de trem para Lisboa onde ficamos por 5 dias. Conselho #6 Lisboa, como Porto, pede mais de uma semana. Tem coisa para caramba para fazer, ver e curtir por lá.

Flashes de Lisboa

Conselho#7 Quatro lugares que colocaria no meu próximo roteiro: Alcobaça , Coimbra, Tomar e Batalha.

Em Alcobaça para conhecer a maior igreja de Portugal, o Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça, onde estão os românticos e maravilhosos túmulos de D. Pedro I e Inês de Castro. A estátua de Pedro jaz do lado oposto à de Inês, desejo do rei, para que, no Juízo Final, sua primeira visão fosse a amada. Quanto amor!

Mosteiro de Alcobaça e túmulos de D. Pedro I e Inês de Castro
Mosteiro de Alcobaça e túmulos de D. Pedro I e Inês de Castro (Foto: Wikipédia)

O Convento de Cristo em Tomar, está na minha lista de desejos da futura viagem à Portugal. Fundado em 1162 pelo grão -mestre dos templários, ainda mantém algumas lembranças desses monges-cavaleiros e dos herdeiros do seu manto, a Ordem de Cristo.

Convento de Cristo em Tomar, Portugal
Convento de Cristo em Tomar, Portugal (Foto: Wikipédia).

Em Batalha, o Mosteiro de Batalha. Olha só isso!!!

Mosteiro de Batalha, em Batalha
Mosteiro de Batalha, em Batalha (Foto: Wikipédia)

Coimbra, devido ao seu patrimônio e importância histórica.

Conselho #8  Leia livros sobre a História de Portugal e do Brasil colônia. Nossa história se mistura com a deles e vai tornar a sua viagem bem mais interessante e atraente.

Conselho#9 Portugal é aquele país  que pede infinitos retornos, então  faça como eu, comece a se programar para o próximo.

E aí? Concorda comigo? Tem mais algum conselho para dar para os nossos leitores?

Obrigada pela companhia!

P.S. Além das fontes abaixo,  muitas informações são da Wikipédia.

Fontes:

Scott, Ana Silvia. Os Portugueses. 2014

Portugal, Madeira e Açores. Guia Visual. Folha de São Paulo.1999.

Fernanda Moretzsohn

Olá, eu sou a Fernanda. Mãe de três. Casada. Viciada em leitura e café. Apaixonada por aventuras e natureza. Adoro malhar e sentar no chão. Detesto água fria, shoppings e fazer compras. Acho que temos o suficiente e que perdemos muito do nosso precioso tempo de vida com compromissos desnecessários e preocupações fúteis. Sou consumista, de viagens. Quando aparece uma chance faço uma malinha enxuta e embarco! No avião, trem, carro ou canoa, tanto faz. Melhor ainda se for a pé. Adoro compartilhar o que tem nesse nosso mundão com você. Me acompanha?

18 comentários sobre “9 conselhos que eu daria para quem está indo para Portugal.

  • Cristina 29 de dezembro de 2016 at 08:34 Reply

    Moça, poderia disponibilizar as pousadas, hoteis em que ficaram?
    Agradeço imenso…
    Cristina

    • Fernanda Moretzsohn 29 de dezembro de 2016 at 15:52 Reply

      Obrigada pelo “moça” (rs), Cris. Claro. Aqui estão:

      1. Sintra:Pousada São Miguel Guest House
      Super indico!A administradora, D. Teresa, é um doce de pessoa e adora dar dicas de lugares, restaurantes, etc. Foi a hospedagem mais cara da viagem, mas valeu a pena. Bem localizada, super bem decorada, com um café da manhã delicioso. Aos fundos da pousada tem-se uma bela vista do Palácio da Pena e Castelo dos Mouros.
      2. Óbidos: Casal da Eira Branca- fica dentro das muralhas. Achei boa com atendimento razoável. Boa relação-custo beneficio.
      3. Porto: Loulé Estúdios- apartamento bem localizado (não é pousada) , bem espaçoso, conjugado com cozinha e banheiro- excelente custo
      4. Lisboa: Ficamos em um AirBnB – no site coloque “Charming Apartment Mouraria Castelo”- Localização excelente, pequeno, adequado para um casal,tem um sofá-cama na sala. Pertinho tem um restaurante popular super em conta e com uma comida dez! Se entrar em contato fale para Maria (dona do ap) que ficou sabendo pela Fernanda, da malaenxuta. Ela é uma simpatia.

      Cris, as reservas dos alojamentos de Sintra, Óbidos e Porto você pode fazer pelo booking. Peço-lhe que, caso decida ficar em um deles, faça a reserva pelo link que está na lateral da página de entrada do blog. O valor é o mesmo e eu ganho uma comissão simbólica, mas que ajuda na manutenção do site. Muitíssimo obrigada!! Qq coisa estou por aqui. bjss

      • Maria Frias 2 de janeiro de 2017 at 18:34 Reply

        Eu sou a Maria do AirBnB, tenho vários apartamentos para 2 pessoas a 6 pessoas, todos na mesma rua do apartamento onde a Fernanda ficou 🙂 Se precisar o meus contacto é [email protected] e 00351 929 301 330

        • Fernanda Moretzsohn 2 de janeiro de 2017 at 18:39 Reply

          Oi Maria, estou te indicando para o pessoal, Adorei seu ap :). Um ótimo 2015 para você!!!bjs

  • Neli Rodrigues 29 de dezembro de 2016 at 11:07 Reply

    Adorei suas dicas. Já estão anotadas. Lindas fotos.

    • Fernanda Moretzsohn 29 de dezembro de 2016 at 15:54 Reply

      Neli, muito obrigada! Adoro compartilhar informações das minhas viagens. Curta a página do face, assim você pode me acompanhar “on line” quando estiver perambulando por aí. bjão

  • Márcio Costa 29 de dezembro de 2016 at 11:08 Reply

    Que beleza de roteiro! Eu amei.

    • Fernanda Moretzsohn 29 de dezembro de 2016 at 15:57 Reply

      Marcio,

      Obrigada querido!Feliz te ver aqui no blog!!! Viu? Estou passando de pesquisadora à blogueira (rs), compartilhando minhas andanças mundo a fora. Bjão para você querido e sds….

  • Silvia Peppe 29 de dezembro de 2016 at 16:28 Reply

    Olá, q viagem fantástica!!!!!
    estou me programando pra conhecer Portugal.

    Porem procuro antes uma companhia com quem possa ir

    • Fernanda Moretzsohn 30 de dezembro de 2016 at 08:57 Reply

      Olá Silvia, dá tranquilamente para ir para Portugal sozinha, viu? Pelo menos foi essa a impressão que tive. Não só pela questão de segurança,
      tem brasileiros em toda esquina e os portugueses são muito receptivos com a gente. Vá sim! Qualquer ajuda que precise, estou por aqui!! bjão

  • Ilda 29 de dezembro de 2016 at 17:59 Reply

    Querida Fernanda adorei o roteiro, vou usar quando for a Portugal, pois pretendo passar um bom tempo, pois agora afinal sou portuguesa. Bjs

    • Fernanda Moretzsohn 30 de dezembro de 2016 at 09:01 Reply

      Parabéns pela cidadania lusa!!!Lembro que na época que conversamos você me contou sobre isso. Use e abuse do roteiro. Esqueci de colocar Évora na lista de desejos do próximo retorno. É pertinho de Lisboa, dá para fazer um bate-volta. Leia um livro chamado “Os Portugueses” da Ana Silvia Scott, é muito interessante e você vai curtir mais a sua experiência por lá!bjsss

  • Daniel Bizon 29 de dezembro de 2016 at 22:28 Reply

    Fer, que post legal. Parabéns!

    • Fernanda Moretzsohn 30 de dezembro de 2016 at 08:54 Reply

      Obrigada Dani! Com o tempo a gente vai melhorando, né? abraçosss!!!!

  • Mônica Santos 31 de dezembro de 2016 at 12:24 Reply

    Alei suas dicas e , sobretudo, seu estilo! Tenho paixão por Portugal, mas ainda conheço muito pouco. Obrigada pelas sugestões!

    • Fernanda Moretzsohn 2 de janeiro de 2017 at 18:42 Reply

      Obrigada Mônica!! O bom de ter um blog é isso mesmo. A gente acaba se identificando com o estilo de alguém e isso nos dá um sentimento de companhia. Seja muito bem vinda na malaenxuta!!!

  • Ligia Oliveira 3 de janeiro de 2017 at 15:17 Reply

    Oi Fernanda…já estive em Portugal…Lisboa…Porto…ficamos hospedados Óbidos…Cascais…Queluz…fomos apenas conhecer com uma guia e como vc falou…deveríamos ter ficado mais tempo lá …é linda as vilas e queremos voltar …amo suas dicas…mas ainda não consigo ser mala enxuta rsrs…Feliz 2017 para vc e sua família…bjs😙

    • Fernanda Moretzsohn 3 de janeiro de 2017 at 19:48 Reply

      Olá Ligia, que prazer tê-la aqui no blog!Viajar é bom demais, não acha? Estou passando por um período de abstinência (rs) 2 meses sem viajar, porque minha filha está fazendo vestibulares, não vejo a hora de recomeçar, é viciante. Foi minha segunda vez em Portugal e acho que vai ter uma terceira, quarta…Enfim, quanto a mala enxuta, é só criar o hábito. ´´E muito bom, libertador. O desapego faz um bem danado para a gente. Pratique que você chega lá, viu? E se não chegar, tudo bem, o importante é ser e estar feliz! bjão e um feliz 2017 para você e família também!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *