Montevidéu, mas antes uma paradinha em Piriapólis

DSC_1160balançatristan

Piriapólis, um merecido desvio de rota.

Nosso último destino foi Montevidéu. Quer um conselho? Se for seguir esse meu roteiro, inverta a ordem e termine por Punta Del Este. Desse modo a sofisticação vai crescendo, entende? É um outro ponto de vista a ser considerado, além da logística de localização, que no caso do Uruguai acho que não pesa tanto. Para nós brasileiros, o que representa três horas de carro? E se for para dar uma esticadinha nas pernas,  não deixe de fazer isso em Piriapólis, que merece um pequeno desvio de percurso.  Que lugarzinho charmoso! Se eu fosse você, até dormiria uma noite por lá.

IMG_6333Piriapóliscalçadão
Calçadão à beira mar ou melhor beira rio (Rio de la Plata)
IMG_6338PortoPiriapólis
Porto de Piriapólis
DSC_1120Piriapólisbeach
Cabaninhas ao estilo europeu na praia do Rio de La Plata em Piriapólis

Procurando depois mais informações sobre Piriapólis, para esse texto, encontrei um post bem bacana do blog nósnomundo.

DSC_1126hotelcassinoPiriápolis
Hotel e Casino Argentina em Piriapólis

Montevidéu

Voltemos a capital uruguaia. Ficamos hospedados no Hotel Palácio, indicação da Cynthia. É um hotel muito bem localizado na Vieja Ciudad, pertinho da Plaza Independência. Olha a porta do elevador! Adorei ficar sentada no hall de entrada puxando conversa com os  turistas estrangeiros e brasileiros que estavam hospedados por lá. Lembra? Sou caipira do interior, adoro puxar papo.

Onde ficamos, a parte antiga da cidade, existem vários lugares interessantes para conhecer, a poucos minutos caminhando. O Mercado del Puerto, a Plaza Independência, o Teatro Sólis, o Palácio Salvo, a Puerta de La Ciudadela, o Museu de Los Andes (super interessante) e a própria Ciudad Vieja!

DSC_1133Puerta-e-Palácio
Puerta de la Ciudadela, Palácio Salvo e Plaza Independência ( ao fundo) em Montevideu

Nessa parte antiga da cidade, me apaixonei, sabe pelo o quê? Pelas portas, sim. Olha essa. Não é linda?

Porta

Portas, balcões e grafites…

Barrio-Viejo-Montevideu

Outro lugar que gamei, foi um Sebo, o Moebius. Simplesmente foi imada para dentro dele, a música, a atmosfera, a decoração. Do lado de fora, aquela botinha (adoro botinhas, até as de ferro rs), o livro invertido. Juro, que se voltasse para Montevidéu passava uma tarde nesse cantinho. Exagerei?

MoebiusMontevideu
Moebius na Ciudad Vieja
Moebius-detalhes
Moebius interior
DSC_1221botinha
Detalhe na entrada do Moebius

Em Montevidéu, conhecemos um ex-presídio transformado em Shopping, o Carretas. Sua arquitetura é bem bacana e os seus arredores também. De lá dá para ir a pé ao Parque Rodó, que também vale a pena uma visita.

No domingo, fomos conhecer a Feira de Tristan Navaja. Você não pode deixar Montevidéu sem conhecê-la.  Pense em alguma coisa, qualquer coisa. Lá tem.

IMG_6558Tristan-Ju   DSC_1160balançatristan

DSC_1174FT1  FT1

Feira de Tristan Navaja
Feira de Tristan Navaja em Montevideu-Uruguai

Acho que vou ficando por aqui, quando lembrar de mais alguma coisa, algum lugar, adiciono. Mas me fala, se gostou, ok?

P.S. A foto do Teatro Sólis é obra da minha filhota, a Júlia.

 

Fernanda Moretzsohn

Olá, eu sou a Fernanda. Mãe de três. Casada. Viciada em leitura e café. Apaixonada por aventuras e natureza. Adoro malhar e sentar no chão. Detesto água fria, shoppings e fazer compras. Acho que temos o suficiente e que perdemos muito do nosso precioso tempo de vida com compromissos desnecessários e preocupações fúteis. Sou consumista, de viagens. Quando aparece uma chance faço uma malinha enxuta e embarco! No avião, trem, carro ou canoa, tanto faz. Melhor ainda se for a pé. Adoro compartilhar o que tem nesse nosso mundão com você. Me acompanha?

9 comentários sobre “Montevidéu, mas antes uma paradinha em Piriapólis

  • Sônia Rocha Barbosa 14 de abril de 2016 at 23:58 Reply

    Amei mulher!

    • Fernanda Moretzsohn 15 de abril de 2016 at 16:39 Reply

      Obrigada Sônia!!!bjão

  • Sandra Vallim 20 de abril de 2016 at 21:51 Reply

    Adorei o post. Essa livraria é mesmo uma graça. Eu também fui imada lá para dentro.

  • Sandra Vallim 21 de abril de 2016 at 12:59 Reply

    Eu tenho paixão por livros e cafeterias, Montevidéu é uma festa para esses amantes. Indicaria a Livraria Linardi y Risso, especializada em livros antigos e sobre a América Latina. Possui um acervo de mais de 50 mil livros e era frequentada por intelectuais como Eduardo Galeano, Pablo Neruda, Mario Vargas Llosa e outros. Fica na Calle Juan Carlos Gómes 1435, centro. O Café Brasileiro é o café mais antigo de Montevidéu, fundado em 1877. Fica na Cidade Velha, tuzaingó 1447 (esquina de 25 de Mayo e Rincón). Além de cafés, servem pequenas refeições deliciosas e achei o preço justo. Agora o meu “segredo de viagem” é o bistrô café Philomène na Calle Solano García 2455 (esquina Miñones). Pense num lugar super charmoso, decorado no melhor estilo de um bistrô parisiense, aconchegante, pequenino, serve tanto para tomar um chá da tarde como para um almoço estilo executivo , porém, com muito sabor e qualidade nos produtos servidos. O melhor de tudo é o preço! Fernanda, lendo o seu perfil no blog me identifiquei muito com seu estilo e modo de pensar a vida. Sabe que tenho muita vontade de fazer um blog também? Tantos amigos pedindo dicas de viagem, e eu gosto de viajar com essa curiosidade que você tem para sair do trivial e convencional que todo mundo faz. Quando você falou que foi imada para dentro da Moebius Libros, exatamente como aconteceu comigo senti ali na hora que somos quase gêmeas separadas na maternidade, quem sabe ainda não faremos uma viagem juntas? Eu sou daquelas que adoram essas coincidências felizes para as quais eu tenho uma palavra em inglês que adoro “Serendipity”.

    • Fernanda Moretzsohn 21 de abril de 2016 at 13:32 Reply

      Nossa Sandra, essa palavra eu não conhecia, até olhar no dicionário, né? (kk)It means: luck that takes the form of finding valuable or pleasant things that are not looked for. Adorei esse “achado”! Eu decidi enfrentar esse desafio, do blog, porque ano que vem me aposento, filhos (tenho 3) estão crescidos e marido só trabalha (rs), daí quero preencher o meu tempo com as coisas que me dão muito prazer, viagens e leitura, com certeza já estão na malinha. Conhecer e fazer novas amizades também fazem parte dos meus planos. Acabei de ler e re-ler o “Um século de Sabedoria” da Caroline Stoessinger que relata detalhes da vida de Alice Herz, sobrevivente do holocausto.Certamente depois dessa leitura, voltaria hoje, para Praga com outros olhares. Mas enfim, um dos seus elixires dessa senhoria, que chegou bem aos 110 anos era o valor que dava à amizade. Nesse aspecto acho que o blog vai ser um canal aberto bem interessante. Não queria somente ficar relatando viagens, entende? Certamente um dia poderemos sim tornar essa amizade virtual em real, basta aparecer uma oportunidade :). Agradeço muito as suas dicas de Montevidéu, já deu até vontade de voltar só para conhecer esses lugares que você mencionou. Muito obrigada!!! A gente vai se falando por aqui. bjão!

  • Danielle Gressoni 25 de abril de 2016 at 00:44 Reply

    Fernanda , me fala por favor que vc comprou as câmeras lindinhas do brechó ……..ou perguntou pelo menos o preço …rsrsrsrsr

    • Fernanda Moretzsohn 25 de abril de 2016 at 07:35 Reply

      Oi Danielle, advinha quem perguntou o preço? Minha filha, né? Não lembro quanto era, mas não era barato não. Por isso levamos só as fotos dela kkkkk

  • Isabel Ghizoni 26 de maio de 2016 at 15:48 Reply

    O inicio de minha viagem foi em Punta Del Este rumo a Montevidéu. No caminho vi a placa indicando a cidade de Piriápolis resolvi então fazer um pequeno desvio para conhecê-la. Só sabia que a cidade era uma praia. Ao chegar à praia não resisti e fiquei 8 dias nesse lindo balneário.
    A cidade encanta pelo seu estilo provinciano (quase não há prédios altos), pelos Cerros San Antonio e Pan de Azucar (montanhas que emolduram a cidade) e pelas Ramblas (os calçadões de frente à praia).
    Acabei descobrindo que Piriapólis já foi o balneário mais famoso do Uruguai, tendo perdido depois sua posição para a vizinha Punta del Este.

    • Fernanda Moretzsohn 26 de maio de 2016 at 20:30 Reply

      Poís é Isabel, com certeza ficaria um tempão naquela cidade. Entramos para almoçar, um desvio de rota fantástico. Quero voltar prá lá e subir em todos esses Cerros. Já até sei onde vou ficar. Obrigada pelas excelentes dicas. bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *